O que Empresas Perdem Quando Não Olham Para o ESG?

O que Empresas Perdem Quando Não Olham Para o ESG?

Adotar práticas de ESG não é apenas uma questão de responsabilidade social, mas uma estratégia para garantir a competitividade e a longevidade dos negócios

Em um cenário onde a sustentabilidade, a responsabilidade social e a governança são mais do que palavras da moda, ignorar os princípios de ESG (environmental, social e governance, em inglês) pode colocar instituições em desvantagem competitiva. Entender o que está em jogo é essencial para pequenas e médias indústrias que buscam crescer de forma sustentável e responsável.

1. Oportunidades de negócio

Empresas que adotam práticas ESG têm maior chance de atrair investidores e parcerias estratégicas. Muitos fundos de investimento e grandes corporações priorizam negócios alinhados com esses princípios, exigindo, inclusive, selos. Ignorar o ESG pode significar perder acesso a capital e oportunidades que poderiam impulsionar o crescimento.

2. Reputação e confiança

A confiança dos consumidores é cada vez mais vinculada à responsabilidade corporativa. Empresas que não demonstram compromisso com o meio ambiente, responsabilidade social e boas práticas de governança correm o risco de manchar sua reputação. Uma imagem negativa pode resultar em perda de clientes e dificuldade para conquistar novos mercados.

3. Eficiência operacional

Práticas sustentáveis frequentemente levam a operações mais eficientes e redução de custos. Gestão de resíduos, eficiência energética e uso consciente de recursos são exemplos de como o ESG pode melhorar o desempenho operacional. Empresas que negligenciam essas práticas podem enfrentar custos operacionais mais altos e menos eficiência.

4. Atração e retenção de talentos

Profissionais talentosos buscam trabalhar em empresas que compartilham seus valores. Não olhar para o ESG pode tornar mais difícil atrair e reter funcionários qualificados. Uma força de trabalho engajada e alinhada com princípios sustentáveis é crucial para o sucesso a longo prazo.

5. Conformidade regulatória

Legislações ambientais e sociais estão se tornando mais rigorosas em todo o mundo. Empresas que não acompanham essas mudanças podem enfrentar multas, sanções e restrições operacionais. Manter-se alinhado às regulamentações é essencial para evitar complicações legais e garantir a continuidade dos negócios.

6. Resiliência a crises

Empresas com fortes práticas de ESG tendem a ser mais resilientes a crises. A capacidade de adaptar-se a mudanças climáticas, sociais e econômicas é fundamental para a sobrevivência e prosperidade em tempos de incerteza. Subestimar o ESG pode deixar sua empresa vulnerável a impactos adversos.

7. Vantagem competitiva

Empresas que adotam práticas ESG tendem a ser mais inovadoras, eficientes e resilientes. Ficar para trás nesse aspecto pode significar perder terreno para concorrentes mais conscientes.

Implementar princípios de ESG não é apenas uma questão de responsabilidade social, mas uma estratégia inteligente para garantir a competitividade e sustentabilidade do negócio. Pequenas e médias indústrias que adotam essas práticas podem abrir novas oportunidades, fortalecer sua reputação, melhorar a eficiência operacional, atrair talentos e garantir conformidade regulatória. Em um mercado cada vez mais consciente, ignorar o ESG pode significar perder muito mais do que ganhos financeiros – pode ser a diferença entre prosperar ou ficar para trás.

Mas, por onde começar?

A maioria das empresas já tem práticas alinhadas com o ESG, só não sabem identificá-las. Para ajudar as indústrias nesse processo, direcionar iniciativas, processos e projetos sustentáveis que possam ser implementados ou melhorados, o Sesi Paraná está com as inscrições abertas para a Mentoria Sesi ESG. Empresas com CNAE industrial paranaense que se inscreverem passam pela mentoria ESG, com investimento de R$ 950 (pequena e média indústria) e R$ 2400 (grande indústria).

Um time com colaboradores de diferentes setores da organização é formado para passar por uma capacitação. Eles, que têm o real conhecimento da empresa, juntamente com técnicos do Sesi e do Senai, realizam um diagnóstico para determinar o nível de maturidade das práticas em ESG da instituição. A partir disso, indicadores são priorizados para serem potencializados.

As inscrições devem ser feitas no site www.sesipr.org.br/chamadasesiesg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *