Dia Nacional da Conservação do Solo Chama a Atenção para a Destinação Correta dos Resíduos

Dia Nacional da Conservação do Solo Chama a Atenção para a Destinação Correta dos Resíduos

Grupo Ambiensys evitou a emissão de 30 mil toneladas de carbono para a atmosfera por meio do gerenciamento de 55 mil toneladas de resíduos

Neste sábado, 15, comemora-se o Dia Nacional da Conservação do Solo. Instituído pela Lei Federal nº 7.876, de 13/11/1989, a data propõe uma reflexão sobre a conservação dos solos e a necessidade da utilização adequada desse recurso natural. Tal preocupação faz parte do dia a dia do Grupo Ambiensys, especializado na gestão de resíduos e projetos técnicos ambientais relacionados aos princípios ESG, que já evitou a emissão de 30 mil toneladas de carbono para a atmosfera por meio das 55 mil toneladas de resíduos gerenciados e 15 mil toneladas de reciclados.

De acordo com Lucca Barros, gerente de Novos Negócios da Ambiensys, a destinação correta dos resíduos sólidos evita não apenas a degradação do solo, como também garante a boa qualidade do ar e da água. “É importante lembrar que a preservação do solo é essencial para garantir a sustentabilidade ambiental e a segurança alimentar”, destaca.

Dados do Ministério do Meio Ambiente mostram que o Brasil produz cerca de 80 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano, sendo que apenas 58% desse total são destinados corretamente, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos. O restante é descartado de forma inadequada, seja em lixões a céu aberto ou em áreas clandestinas de despejo, contaminando o solo e os lençóis freáticos.

A Organização das Nações Unidas (ONU) alerta que a degradação do solo é um dos maiores desafios ambientais do século XXI. Estima-se que cerca de um terço dos solos do planeta estejam degradados devido à ação humana, como a agricultura intensiva e a mineração, além da destinação inadequada de resíduos sólidos.

“Diante desse cenário, as empresas de gestão de resíduos têm um papel fundamental na conservação do solo no Brasil. Além de oferecer soluções de coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos de forma ambientalmente adequada, essas empresas podem investir em tecnologias de tratamento e reciclagem de resíduos, reduzindo a quantidade de lixo que vai para os aterros sanitários e lixões”, ressalta Barros.

Criado em homenagem ao norte-americano Hugh Hammond Bennett, pioneiro na conservação do solo e cujo nascimento ocorreu em 15 de abril de 1881, o Dia Nacional da Conservação do Solo serve como um lembrete para a importância da preservação do solo e da adoção de práticas sustentáveis em todos os setores da sociedade. A mudança de hábitos e a adoção de políticas públicas que incentivem a reciclagem e o reaproveitamento de resíduos podem contribuir para a preservação do solo e garantir um futuro mais sustentável para todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *